Notícias

Fique por dentro do mercado agropecuário.

Rio Grande do Sul e Santa Catarina serão certificados como zona livre de peste suína clássica.

Domingo, 24 de Maio de 2015

Nutri Meurer - Grão-Pará - SC.

Comitiva participou da abertura da 83ª Assembleia Mundial da OIE realizada ontem (24/05) que segue até a próxima quinta-feira (28/05).

O secretário da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Sul, Ernani Polo, acompanhado dos deputados estaduais Frederico Antunes, Sérgio Turra, Gabriel Souza, Jorge Pozzobom, Luiz Fernando Mainardi e Aloísio Classmann; e secretário da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, e o vice-governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira, participaram, neste domingo (24/05), da Cerimônia de Abertura da 83ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), que ocorre até nesta quinta-feira (28/05), em Paris, França. As autoridades foram convidados a participar do evento pelo Ministério da Agricultura.

Na edição deste ano, os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina serão certificados como Zona Livre da Peste Suína Clássica. Em todo o mundo, apenas 21 países receberão esse certificado mundial, o que pode impulsionar ainda mais os negócios envolvendo o setor de suínos gaúcho e catarinense.

Para o secretário da Agricultura do RS, Ernani Polo, esta é uma grande conquista que somente foi possível pelo trabalho e dedicação de muitas pessoas, especialmente dos técnicos, que com apoio do Fundesa estão há mais de 10 anos trabalhando por essa conquista. "O grande desafio que temos pela frente é de cada vez mais estarmos preparados para manter esta conquista e avançar em outras áreas que dizem respeito a sanidade animal", disse.

O Secretário de SC, Moacir Sopelsa, comemora a conquista e reforça a importância da parceria entre o Governo do Estado, iniciativa privada e produtores rurais. “Essa é uma conquista de todos os catarinenses, não só do setor do agronegócio. É o reconhecimento do trabalho do poder público, agroindústrias, iniciativa privada e produtores rurais para fazer de Santa Catarina uma referência em sanidade animal e vegetal. Temos um status sanitário diferenciado o que nos dará acesso aos mercados mais exigentes do mundo e irá valorizar ainda mais os produtos da agropecuária catarinense”, destaca. Esta será a segunda certificação internacional do estado, que já é reconhecido como zona livre de febre aftosa sem vacinação, o que garante a excelência sanitária do rebanho catarinense.

A ministra Katia Abreu, representando a presidente da República, Dilma Rousseff e os senadores gaúchos Ana Amelia Lemos e Lasier Martins e comitivas do RS e SC representando o setor de suínos também participaram do evento. Com informações da Assessoria de Imprensa do Governo do RS e SC.

Fonte: Redação Suinocultura Industrial

Voltar

Nossos Serviços

Central de Sêmen Suíno Registrada MAPA

Todos os machos da central são da Linha Prêmio.
Ver mais